Desregulada ~

Rumo ao carnaval 2010!

Retrospectiva Agosto 15, 2009

Filed under: Memórias — Flah Castro @ 12:38 am
Tags: , ,

Adaptação pessoal para um e-mail sobre um candidato que dissertou quando questionado sobre sua experiência em uma entrevista de emprego.

Já quase matei pessoas de tanta cosquinha, e já quase morri também. Já brinquei de tantos piques, de pega-pega e pulei muito elástico. Já fui viciada em Fofy, Caramelo da Nestlé, e até já grudei ploc Gigante nos cabelos…

Já quis ser escritora, arquiteta, física e atriz. Já dancei na sala, encima dos pés do papai. Brinquei muito de tocar campainha na casa dos vizinhos e correr e já tomei banho de chuva (e bota banho nisso!).

Já chorei muito, já me roubaram beijo, já amei a pessoa errada. Já me perdi, depois me encontrei. Já lambi restinho de massa de bolo (e o faço até hoje), já me cortei com papel e quase sempre choro vendo filmes.

Já tentei esquecer pessoas inesquecíveis, então desisti! Já pulei muros e roubei frutas do pé. Já pedi estrelas de presente de Natal e já caí muitas vezes. Perdi as contas de quantos machucados colecionei. Já jurei amar pra sempre e descobri que o “sempre” foi mais curto que o esperado, embora ainda seja eterno (de alguma forma). Já rabisquei corações nas folhas do caderno e, de alguma forma, eles se estenderam para as carteiras do colégio.

Já matei aula no banheiro da escola. Já fugi de casa para sempre, indo me instalar do outro lado da porta de entrada. Já escorreguei pelo corrimão da escada (e caí de bunda no chão!). Já chorei por quem merecia (e chorei muito por quem nem se importava).

Já vi o sol nascer, amarelinho… E já vi o sol se deitar tantas vezes… Já tomei banho de piscina a noite sem pressa de ir dormir. Já tomei porre (de cerveja, de vinho, de caipirinha…).

Já tive medo, já tremi (de nervoso e de frio), já tive pesadelos, e muitos sonhos também. Já acordei no meio da noite sem vontade alguma de voltar a dormir.

Já chorei a falta que alguém me faz (fez) e já sorri muito por novos amigos chegarem. Já briguei muito e já amei ainda mais. Já me irritei e depois achei graça do fato…

E assim é a vida… Repleta de experiências. O que nos faz crescer e ser quem somos. Por tanto, gostaria de começar essa fase agradecendo a todos que me fizeram feliz ao seu modo e também a todos que me fizeram sofrer. Graças a vocês eu sou quem eu sou!

Flah Castro